23°
Máx
12°
Min

Hillary condena "aparentes ataques terroristas" nos EUA

White Plains, Estados Unidos, 18/09/2016 - A candidata do Partido Democrata à Presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, condenou neste domingo o que descreveu como "aparentes ataques terroristas" em Minnesota, Nova Jersey and Nova York.

A candidata fez a declaração um dia depois de uma bomba ter explodido no bairro de Chelsea em Nova York, uma bomba ter explodido em uma comunidade à beira-mar em Nova Jersey e um ataque com faca ter ocorrido em um shopping de Minnesota. Autoridades de Nova York e Nova Jersey disseram neste domingo que ainda estão investigando quem está por trás das explosões e qual a motivação, enquanto o ataque em Minnesota está sendo investigado como um possível ato de terrorismo.

Hillary sublinhou que as investigações ainda estão em andamento. "Os policiais estão trabalhando para identificar quem está por trás dos ataques em Nova York e Nova Jersey e devemos dar a eles o apoio necessário para terminar o trabalho e levar os responsáveis à Justiça - não vamos descansar até que isso ocorra."

Sobre o ataque em Minnesota, a ex-secretária de Estado observou que o grupo Estado Islâmico assumiu a responsabilidade e acrescentou: "Isto deve fortalecer nossa determinação de proteger nosso país e derrotar o Estado Islâmico e outros grupos terroristas". Clinton citou seus planos para combater o grupo Estado Islâmico, que incluem o aumento da inteligência e os esforços para melhor combater a propaganda e o recrutamento online.

Ambos os candidatos presidenciais foram rápidos em se manifestar sobre os ataques. No sábado à noite, o candidato à Presidência dos EUA do Partido Republicano, Donald Trump, se antecipou às autoridades de Nova York, quando declarou que uma "bomba explodiu" em Nova York antes mesmo que as autoridades tivessem divulgado detalhes. Trump fez os comentários em torno de 21h10 do horário local, logo após a explosão no bairro de Chelsea e enquanto os funcionários de emergência estavam respondendo à explosão.

"Eu devo dizer a vocês que pouco antes de eu sair do avião uma bomba explodiu em Nova York e ninguém sabe o que está acontecendo", disse Trump. "Mas estamos vivendo em uma época - precisamos ficar muito firmes, pessoal. É melhor sermos muito, muito firmes. É uma coisa terrível o que está acontecendo no nosso mundo, no nosso país e vamos ficar firmes e inteligentes e vigilantes." Uma porta-voz de Trump não respondeu a um e-mail perguntando se Trump foi informado sobre o incidente antes de subir ao palco.

Hillary foi informada sobre os incidentes no sábado logo após fazer um discurso em um jantar em Washington. No sábado, ela salientou que é importante apoiar socorristas e "deixar essa investigação se desenrolar". Fonte: Associated Press.