21°
Máx
17°
Min

Hillary dá sinais sobre qual seria seu discurso nas eleições gerais

Depois da vitória fácil na Carolina do Sul, Hillary Clinton chegou ao Tennessee neste domingo com um discurso de "amor e bondade" e alguns dos primeiros indícios da mensagem que pode ser adotada nas eleições gerais.

"Pode parecer estranho vindo de alguém que concorre à presidência, mas acho que precisamos de mais amor e bondade", disse ela. "Isso não deve ser reservado para domingo de manhã."

Discursando em duas igrejas afro-americanas em Memphis, a ex-secretário de Estado não fez qualquer menção ao seu rival democrata, o senador Bernie Sanders, mas refutou a promessa do principal candidato do Partido Republicano, Donald Trump, de "fazer o americano grande novamente".

"A América nunca deixou de ser notável", disse Hillary a paroquianos em uma catedral. "Nossa tarefa é fazer com que a América seja completa."

Enquanto Trump se recusou a negar um apoio do ex-líder da Ku Klux Klan, David Duke, Clinton se comprometeu a derrubar barreiras como presidente e a combater o racismo sistêmico.

A ex-secretário de Estado, que conseguiu uma vitória no sábado, na Carolina do Sul, sutilmente começou a mudar a seu discurso neste domingo, visando a uma possível disputa em novembro.

Com paradas em Memphis e Nashville, Clinton deu início a uma corrida de 48 horas antes da "Super Terça", que vai levá-la para Arkansas, Massachusetts e Virgínia. Na Super Terça, 11 estados do país votarão nas primárias para escolher o candidato do Partido Democrata e do Partido Republicano.

Uma nova pesquisa Wall Street Journal/NBC News/Marist mostrou a ex-secretária de Estado com liderança substancial, variando de 21 a 34 pontos, sobre Sanders na Geórgia, Tennessee e no Texas.

Sanders, contudo, disse no sábado à noite que sua campanha está apenas começando.