22°
Máx
17°
Min

Hillary defende uso de email privativo após críticas de agência governamental

(Foto:Tech Sgt. Cohen A. Young) - Hillary defende uso de email privativo após críticas de agência governamental
(Foto:Tech Sgt. Cohen A. Young)

A pré-candidata democrata à Casa Branca, Hillary Clinton, defendeu o seu uso de uma conta pessoal de email no período em que foi secretária de Estado do presidente Barack Obama. Segundo Hillary, a prática era permitida na época, mas ela se arrepende de tê-la adotado.

"Eu era permitida', disse Clinton em uma entrevista à rede ABC News. "E as regras ficaram mais claras desde que eu deixei o posto. Dito isso, eu volto a afirmar que foi um erro e que, se pudesse voltar ao passado, faria diferente."

Ontem, o inspetor-geral do Departamento de Estado, Steve Linick, enviou um relatório ao Congresso com duras críticas ao uso de uma conta privativa de email por Hillary no tempo em que ocupou o cargo. Segundo o documento, a prática impede o órgão de manter registros sobre a atividade do secretário de Estado, entre outras.

"Funcionários do Departamento precisam utilizar sistemas de informação autorizados pela agência para conduzir operações cotidianas. O uso de sistemas não autorizados cria riscos significativos de segurança", concluiu.

O inspetor-geral notou que Colin Powell, secretário de Estado sob a gestão do republicano George Bush, também utilizou exclusivamente uma conta pessoal de email para tratar de negócios ligados ao governo, mas salientou que as regras haviam "se tornado consideravelmente mais detalhadas e sofisticadas" quando Hillary assumiu o posto. Fonte: Dow Jones Newswires.