21°
Máx
17°
Min

Hillary e Trump cancelam comícios de campanha após tiroteio e protesto de Dallas

(foto: Divulgação) - Hillary e Trump cancelam comícios após tiroteio e protesto de Dallas
(foto: Divulgação)

Os candidatos à presidência Hillary Clinton e Donald Trump adiaram comícios de campanha nesta sexta-feira, após um tiroteio ocorrido em meio a um protesto em Dallas deixar 5 policiais mortos e outros sete feridos na noite de ontem.

Hillary deveria participar de um evento em Scranton, Pensilvânia, onde também era aguardado o vice-presidente, Joe Biden. Trump, por seu lado, cancelou uma viagem a Miami.

Em um comunicado, o virtual candidato republicano ofereceu suas condolências e afirmou que o tiroteio era um "assalto coordenado sobre os homens e mulheres que nos mantém seguros". Ele também condenou as mortes "trágicas e sem sentido" de Alton B. Sterling e Philando Castile, dois homens negros mortos por policiais esta semana, fato que motivou manifestações por todos os Estados Unidos, incluindo a de Dallas.

"Nossa nação se tornou muito dividida", disse Trump. "Norte-americanos demais sentem como se tivessem perdido a esperança. O crime está prejudicando muitos cidadãos. As tensões raciais ficaram piores, não melhores. Este não é o sonho americano que desejamos para nossos filhos."

Já a candidata democrata postergou um evento na cidade natal do vice-presidente, bem como outro evento de arrecadação de fundos para sua campanha. Em seu perfil no Twitter, Hillary prestou condolências às famílias das vítimas. "Eu sinto pelos policiais mortos em serviço, que protegiam manifestantes pacíficos, e pelas famílias", afirmou.

Ela deve voltar sobre o assunto mais tarde, em um evento da Filadélfia.

O senador Bernie Sanders, que concorreu com Hillary pela nomeação democrata, também publicou em seu perfil no Twitter: "o ataque da noite passada contra policiais em Dallas é horrível e desprezível. Precisamos, enquanto nação, nos levantarmos contra a violência de todos os tipos." Fonte: Dow Jones Newswires.