22°
Máx
14°
Min

Homem-bomba mata pelo menos 25 e deixa 17 feridos no sul do Iêmen

Um homem-bomba detonou seus explosivos entre homens que estavam em uma fila do lado de fora de uma base policial no sul da cidade iemenita de Mukalla, matando 25 pessoas, informaram autoridades locais de segurança e de saúde. Pelo menos mais 17 pessoas ficaram feridas e as autoridades disseram que o número de mortos tende a aumentar ainda mais.

A filial iemenita do grupo extremista Estado Islâmico reivindicou a responsabilidade pelo ataque em um comunicado publicado em redes sociais

por simpatizantes com o grupo.

Entre as vítimas estão policiais que voltavam a trabalhar pela primeira vez desde a retomada de Mukalla por forças do governo internacionalmente reconhecido, no último mês, e jovens que se candidatavam a empregos, afirmaram as autoridades, que falaram sob condição de anonimato porque não estavam autorizadas a falar com a imprensa.

A explosão deste domingo ocorre uma semana depois que o Estado Islâmico assumiu a responsabilidade por uma explosão que atingiu uma base naval em Mukalla, matando pelo menos seis soldados. Os afiliados do grupo extremista no Iêmen surgiram durante a guerra civil em curso no país e têm se esforçado para expandir sua presença em meio à turbulência no empobrecido país da Península Arábica.

O Iêmen tem sido envolvido em um conflito opondo rebeldes xiitas do país, conhecidos como Houthis, e seus aliados contra o governo do presidente Abed Rabbo Mansour, que é apoiado por uma coalizão liderada pela Arábia Saudita.

Fonte: Associated Press