22°
Máx
17°
Min

Imigração para o Reino Unido permanece cerca de recorde de alta

O número de imigrantes no Reino Unido permanece perto dos recordes de alta no ano até março, de acordo com estatísticas oficiais divulgadas nesta quinta-feira, ressaltando o tamanho do desafio para a nova primeira-ministra, que prometeu cumprir com a medida de conter a imigração.

A imigração foi um fator central na decisão de 23 de junho do Reino Unido para sair da União Europeia (UE), com muitos britânicos afirmando que a única maneira do país controlar suas fronteiras era saindo do bloco.

A pesquisa não cobre o período após o referendo do Brexit, mas sinaliza o desafio para a primeira-ministra Theresa May, que afirmou que o povo britânico enviou uma mensagem clara sobre imigração em seu voto para deixar a UE e que há uma necessidade de controle sobre o princípio do bloco de livre movimento das pessoas.

A imigração de cidadãos da União Europeia caiu levemente para 180 mil no ano terminado em março, 4 mil abaixo ante o mesmo período do ano passado. A imigração de fora da União Europeia também recuou levemente na comparação anual, para 190 mil, informou o Escritório de Estatísticas Nacionais. A imigração da Romênia e da Bulgária chegou ao recorde d alta, informou a agência.

A migração líquida de longo prazo - o número de pessoas que entram no Reino Unido, menos aquelas que saem - ficou estimado em 327 mil no ano terminado em março, uma queda de 9 mil ante o ano anterior, uma mudança que a agência afirmou que não é significante estatisticamente. Fonte: Dow Jones Newswires.