28°
Máx
17°
Min

Israel reitera advertência para cidadãos que pretendem viajar para a Turquia

O governo de Israel reiterou neste domingo a sua advertência aos israelenses que pretendem viajar para a Turquia, um dia depois de um atentado suicida realizado em Istambul ter matado três israelenses e ferido mais 10.

O departamento israelense responsável por combater o terrorismo alterou a sua avaliação de viagens para a Turquia de "potencial ameaça" para "ameaça concreta", aconselhando que os cidadãos evitem qualquer viagem ao país. Um avião militar israelense voou para Istambul para pegar israelenses feridos e devolver os corpos dos mortos na explosão.

"O assassinato de inocentes não tem justificativa em qualquer lugar," afirmou neste domingo o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, no início da sua reunião semanal de gabinete.

O atentado suicida mortal ocorreu em um bairro popular em Istambul no sábado de manhã, alimentando medos de ameaças aos civis após vários ataques em toda a Turquia nos últimos meses. Pelo menos quatro pessoas foram mortas e 39 ficaram feridos, incluindo três israleneses, dos quais dois com cidadania americana.

A explosão ocorre em meio a negociações em curso entre Israel e Turquia sobre a normalização das relações após cinco anos de recriminações sobre o incidente com a frota em 2010. Nove cidadãos turcos e um turco-americano foram mortos quando comandos israelenses invadiram um navio turco levando ativistas que, à época, tentavam o bloqueio econômico de Israel ma Faixa de Gaza. Fonte: Dow Jones Newswires