22°
Máx
17°
Min

Itália: Amatrice tem novo tremor e sofre com mais quedas de imóveis

(Foto: Vigili del Fuoco) - Itália: Amatrice tem novo tremor e sofre com mais quedas de imóveis
(Foto: Vigili del Fuoco)

Um novo terremoto de 3,7 graus na escala Richter foi registrado neste domingo (28) em Amatrice, na Itália. O abalo sísmico causou mais quedas nas estruturas de prédios já danificados, especialmente, na escola Romolo Capranica, recentemente reformada e parcialmente destruída no forte terremoto da última quarta-feira (24). As informações são da Agência Ansa.

De acordo com dados do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália (INGV), desde a madrugada de quarta-feira, foram registrados 1.820 tremores de terra por toda a região de Lazio, Marcas e Umbria. A cidade de Amatrice, na província de Rieti, na região de Lazio, foi a que mais registrou mortos na tragédia, além de enormes danos materiais.

Segundo o prefeito, Sergio Pirozzi, a cidade precisa ser "colocada ao chão e reconstruída". Mais da metade do território foi danificado pelo sismo.

Número de mortos

A Defesa Civil corrigiu na manhã deste domingo o número de vítimas fatais do terremoto na região central da Itália a pedido do governo da província de Rieti. Ao todo, 290 pessoas perderam a vida por causa do tremor, sendo 229 em Amatrice (que contabilizava anteriormente 230 mortos), 11 em Accumoli e 50 em Arquata e Pescara del Tronto, na região de Marcas. 

O chefe da Defesa Civil, Fabrizio Curcio, informou ainda que há a possibilidade de 10 pessoas estarem desaparecidas. "Nós não trabalhamos com números de desaparecidos pela dificuldade de dimensionar o fenômeno. Mas, se o prefeito tem em sua conta que faltam 10 pessoas em Amatrice, nós vamos trabalhar para encontrá-las", destacou Curcio após uma reunião com autoridades locais.

Colaboração Agência Brasil