22°
Máx
17°
Min

Líder da oposição em Uganda é acusado de traição por protestar contra governo

(Foto: Divulgação) - Líder da oposição em Uganda é acusado de traição por protestar contra governo
(Foto: Divulgação)

O principal líder da oposição ao governo de Uganda, Kizza Besigye, foi acusado de traição e preso em uma área remota no nordeste do país, afirmou o porta-voz do poder judiciário do país, Solomon Muyita, neste sábado.

Kizza Besigye recebeu as acusações na sexta-feira, pelos ataques públicos à legitimidade do presidente Yoweri Museveni, eleito em fevereiro, disse Muyita. Besigye foi médico particular de Museveni durante a guerrilha que o colocou no poder em 1986. Ele ocupou diversos cargos oficiais e chegou a ser nomeado coronel do Exército, mas rompeu com o governo de Museveni em 1999.

Besigye concorreu à presidência de Uganda em 2001, com promessas de um governo mais democrático, e tem enfrentado Museveni nas eleições desde então. Ele alega que ganhou em fevereiro e chamou repetidamente seus apoiadores para uma campanha de desafio às autoridades. Fonte: Associated Press.