21°
Máx
17°
Min

Manifestação pela democracia atrai milhares em Hong Kong

Dezenas de milhares de manifestantes em Hong Kong tomaram as ruas da cidade chinesa para o protesto anual por mais democracia nesta sexta-feira.

Muitos portavam cartazes pregando a independência da China e fotos do livreiro Lam Wing-kee, que foi detido pelas autoridades locais após revelar, no mês passado, que teria sido obrigado pelo governo a revelar os compradores de uma publicação com fofocas sobre as lideranças do Partido Comunista. Ele é um das cinco pessoas que desapareceram de Hong Kong e surgiram meses depois na China.

Lam foi convidado a liderar os protestos deste ano, mas declinou horas antes do início por medo de represálias, disseram os organizadores do protesto.

A direção do movimento pediu a renúncia do líder da cidade semiautônoma, Leung Chun-Ying, que é apoiado por Pequim. Eles também querem que o governo chinês conceda democracia completa à cidade.

Segundo os organizadores, 100 mil pessoas participaram dos protestos. A polícia contabilizou 19,3 mil. Fonte: Dow Jones Newswires.