22°
Máx
17°
Min

Melania Trump pede que eleitores dos EUA aceitem pedido de desculpas do marido

Washington, (AE) - A mulher do candidato republicano à presidência Donald Trump, Melania Trump, condenou as declarações do companheiro sobre as mulheres reveladas em um vídeo vazado na sexta-feira. Melania disse, em comunicado divulgado pela campanha de Trump, que espera que os Estados Unidos aceitem o pedido de desculpas dele.

"As palavras usadas por meu marido são inaceitáveis e ofensivas para mim", diz Melania na nota. "Isso não representa o homem que eu conheço. Ele tem o coração e a cabeça de um líder. Eu espero que as pessoas aceitem as desculpas dele, como eu aceitei, e se concentrem nas questões importantes para nosso país e o mundo."

O comunicado de Melania representa o mais recente passo extraordinário da campanha em seus esforços para reduzir os danos do vazamento. Nunca na política presidencial norte-americana a mulher de um candidato publicamente condenou declarações do marido.

Trump e a atual mulher haviam se casado meses antes do vídeo, no qual Trump se gaba de suas conquistas sexuais com outras mulheres. No momento da gravação, Melania estava grávida do filho do casal, Barron.

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, foi questionada hoje em Washington sobre as declarações de Trump. Inicialmente, ela disse que não comentaria. Depois, porém, Lagarde disse que desejava "ver a dignidade das mulheres respeitada pelo mundo, em termos econômicos e nos demais". Fonte: Dow Jones Newswires.