21°
Máx
17°
Min

Michael Bloomberg vai apoiar Hillary Clinton para presidente do EUA

O ex-prefeito de New York Michael Bloomberg, que chegou a considerar sua própria candidatura independente na corrida presidencial deste ano, vai apoiar a democrata Hillary Clinton e falará em sua convenção esta semana. Ele não é democrata desde 2000, quando deixou o partido para disputar a prefeitura como republicano. Depois, tornou-se um independente.

Bloomberg decidiu aparecer na convenção democrata por causa de sua profunda preocupação sobre a perspectiva de o republicano Donald Trump ser eleito, disse o assessor de Bloomberg Howard Wolfson. "Ele certamente fará uma forte explanação de porque acha que ela é uma escolha muito melhor."

O ex-prefeito de Nova York considerou disputar a campanha presidencial quando parecia que a corrida ficaria entre Trump e o senador Bernie Sanders. Quando ficou evidente que Hillary ganharia a primária democrata, ele optou por não entrar na disputa, disseram seus conselheiros.

Bloomberg planeja discursar na convenção democrata na quarta-feira, na mesma noite em que o presidente Barack Obama, o vice-presidente Joe Biden e o vice de Hillary, Tim Kaine, estão no programa.

Wolfson disse que a campanha de Hillary se aproximou de Bloomberg algumas semanas atrás para ver se ele estaria interessado em discursar na convenção. O ex-prefeito colocou no papel suas ideias sobre o que poderia dizer e as enviou para a campanha.

"Ele sentiu fortemente que havia coisas que gostaria de dizer se fosse discursar e eles se sentiram confortáveis com isso", afirmou Wolfson. Ele acrescentou que há coisas com as quais Bloomberg concorda com o Partido Democrata - notadamente controle de armas, imigração e política de mudanças climáticas - e outras áreas com as quais não concorda.

Fonte: Dow Jones Newswire