28°
Máx
17°
Min

Ministra da Itália renuncia ante investigação que envolve o namorado dela

A ministra da Indústria da Itália, Federica Guidi, renunciou ao posto nesta quinta-feira. A saída relacionada com uma investigação sobre o desenvolvimento de um campo de petróleo, um caso que envolve o namorado de Federica.

Em uma breve carta ao primeiro-ministro Matteo Renzi, a ministra, que não é investigada, negou qualquer irregularidade. Ela disse, porém, que decidiu entregar o cargo por "uma questão de oportunidade política".

Documentos judiciais publicados pelos principais jornais italianos nesta quinta-feira mostraram gravações segundo as quais Federica havia discutido uma emenda do governo que afetava o desenvolvimento de um campo de petróleo com o namorado dela, o empresário do setor petrolífero Gianluca Gemelli.

A emenda do governo que Federica havia discutido ao telefone incluía medidas sobre o chamado projeto Tempa Rossa, que incluía o desenvolvimento de um campo de petróleo na região da Basilicata, no sul do país.

Gemelli é investigado por promotores de Potenza em um caso de corrupção relacionado ao papel dele em duas companhias do setor de petróleo que o empresário gerencia na Basilicata. Fonte: Dow Jones Newswires.