22°
Máx
16°
Min

Munique passou por "uma tarde e uma noite de terror", diz Merkel

(Foto: Divulgação) - Munique passou por "uma tarde e uma noite de terror", diz Merkel
(Foto: Divulgação)

Após o ataque em um shopping e um restaurante de fast food de Munique, que matou nove pessoas e feriu otras 16, os líderes da Alemanha tentam acalmar os ânimos da população. O tiroteio marcou uma noite de pânico na cidade, à medida de falsos rumores de novos ataques apareciam nas redes sociais.

O número de emergência a polícia recebeu 4.310 ligações em seis horas - mais de quatro vezes a média de ligações por dia. As autoridades haviam alertado, de acordo com relatos de testemunhas, que outros atiradores poderiam estar soltos.

"Nós não podemos permitir que a insegurança e o medo tomem as nossas vidas", disse a autoridade do estado da Bavária, Horst Seehofer, neste sábado. "Nós devemos continuar vivendo as nossas vidas e os nossos valores".

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, afirmou que Munique passou por "uma tarde e uma noite de terror". Ela disse que entendia a ansiedade dos alemães quanto a segurança após este e mais dois ataques, um no qual um imigrante afegão atacou pessoas com um machado em o atentado de Nice na última semana.

"Eu posso entender qualquer um que chega perto de uma multidão com medo, se questionando se está seguro", disse Merkel. "O Estado e as agências de segurança irão continuar fazendo de tudo para proteger a liberdade e a segurança das pessoas na Alemanha", acrescentou. Fonte: Dow Jones Newswires.