26°
Máx
19°
Min

Nos EUA, Trump, Cruz e Kasich se recusam a apoiar outro candidato republicano

(Foto: Susan Walsh / Associated Press) - Nos EUA, Trump, Cruz e Kasich se recusam a apoiar outro candidato republicano
(Foto: Susan Walsh / Associated Press)

No mais recente sinal de acidez na disputa presidencial dos EUA dentro do Partido Republicano, os três pré-candidatos restantes afirmaram que não apoiarão outro nome se suas respectivas campanhas fracassarem.

Ao ser questionado em um evento em Milwaukee na noite de terça-feira se ainda promete apoiar um outro nomeado pelos republicanos, o empresário Donald Trump respondeu: "Não, não prometo mais (...) Vamos ver quem será."

Trump afirmou que o Comitê Nacional Republicano, o Partido Republicano e o "establishment" não o trataram de forma justa. O líder na corrida também disse que "haverá muita gente descontente" se ele não for nomeado em uma convenção contestada - que ocorrerá caso nenhum candidato consiga os 1.237 delegados necessários antecipadamente.

O empresário vem sofrendo oposição firme de muitos integrantes do Partido Republicano e de ativistas, mas o presidente do Comitê Nacional, Reince Priebus, garante que o partido vai apoiar o nomeado, não importa quem seja.

Ted Cruz, por sua vez, reiterou sua hesitação em apoiar Trump. "Não tenho o hábito de apoiar alguém que ataca minha esposa e minha família", declarou Cruz, referindo-se a uma troca de farpas recente entre os dois candidatos que envolveu suas respectivas esposas.

O terceiro colocado na disputa republicana, John Kasich, seguiu o mesmo tom. "Fiquei incomodado com algumas coisas que vi e preciso pensar sobre o que meu endosso significaria em uma campanha presidencial, então quero ver como isso vai acabar", disse. Kasich acrescentou que nenhum dos candidatos deveria prometer lealdade ao partido. "Se o nomeado for alguém que eu ache que realmente está prejudicando e dividindo o país, não posso apoiá-lo", afirmou. Fonte: Dow Jones Newswires.