21°
Máx
17°
Min

Número de mortes causadas pelo forte ciclone que atingiu ilhas Fiji sobe a 18

O número de mortes causadas por um forte ciclone que atingiu as ilhas Fiji no fim de semana subiu para 18, segundo informou autoridades nesta segunda-feira. Problemas de comunicação têm impossibilitado o resgate em algumas ilhas, como a ilha de Koro que sofreu um dos piores danos.

Mais de 6 mil residentes das ilhas Fiji estavam hospedados em abrigos de emergência após suas casas terem sido danificadas.

Ventos do ciclone Winston chegaram a 285 quilômetros por hora, tornando-se a tempestade mais forte no Hemisfério Sul já registrada.

Segundo o secretário permanente de comunicações do governo de Fiji, Ewan Perrin, a prioridade do governo é fornecer suprimentos de emergência para as ilhas distantes. Nas ilhas Fiji, que possuem mais de 100 ilhas habitadas, possuem 900 mil pessoas.

Perrin disse que a maioria das pessoas que morreram foram atingidas por detritos que voaram por causa da força dos ventos ou por edifícios que desmoronaram. Várias pessoas também Foram hospitalizadas com ferimentos graves.

Autoridades informaram que um navio cheio de suprimentos médicos, alimentos e água foi levado para a ilha de Koro. Além disso, a tripulação do barco foi preparada para construir abrigos temporários para as pessoas que tiveram suas casas destruídas.

O ministro do Turismo, Faiyaz Siddiq Koya, disse que todos os turistas estavam seguros em Fiji e que não houve nenhum dano significativo na maioria dos hotéis na principal ilha. Fonte: Associated Press.