24°
Máx
17°
Min

Obama rebate acusações de Trump sobre aumento da violência da imigração no país

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, rebateu as acusações do candidato republicano à casa Branca, Donald Trump, afirmando que o país está melhor nos quesitos de imigração e combate ao crime.

Obama, que recebeu a visita do presidente do México, Enrique Peña Nieto, afirmou que os argumentos do republicano, feitos durante a Convenção Republicana, "não são baseados em fatos. Trump acusou as políticas do governo do democrata de trazerem mortes e terrorismo ao país, enfraquecendo-o

"Certamente existem visões diferentes sobre como o país está no momento", disse Obama. "Mas não vamos fazer concessões com base em temores que não são baseados em fatos. Esta visão de que a violência e o caos está em toda parte não cola com a experiência da maioria das pessoas."

Obama não mencionou Trump pelo nome e afirmou que não assistiu à convenção em Cleveland, mas que soube dela pela imprensa. Ele questionou os dados conjurados por Trump sobre violência e crimes de imigrantes.

"Os EUA são um país muito menos violento do que há 20 ou 30 anos, e a imigração é um problema muito menor", disse.

Peña Nieto, por sua vez, foi questionado sobre as eleições norte-americanas, mas não quis comentar. "Sobre este processo, nós seremos respeitosos e não vamos dar nossa opinião", disse. "É o povo norte-americano que deve decidir qual será o novo presidente". Fonte: Dow Jones Newswires.