23°
Máx
12°
Min

ONU pede investigação após afogamento de refugiado em rio na Hungria

(Foto: Alexander Gottschalk/ Bundeswehr) - ONU pede investigação após afogamento de refugiado em rio na Hungria
(Foto: Alexander Gottschalk/ Bundeswehr)

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) está pedindo a autoridades húngaras que investiguem a morte de um homem sírio de 22 anos que teria se afogado ao tentar atravessar um rio da Sérvia para a Hungria.

O Acnur disse neste sábado que outras pessoas no mesmo grupo alegaram que foram empurradas para dentro do rio Tisza na Hungria. O comissariado também está preocupado com alegações sobre abuso de refugiados por parte de autoridades húngaras, incluindo uso excessivo de força.

A polícia húngara resgatou uma família iraquiana, incluindo três crianças, do rio na quarta-feira e disse que foi alertada por órgãos sérvios sobre o homem desaparecido no Tisza. O corpo dele foi encontrado na sexta-feira.

O Acnur disse que as políticas húngaras, incluindo cercas de arame farpado nas suas fronteiras com a Sérvia e a Croácia "deixam as pessoas com pouca escolha a não ser colocar suas vidas nas mãos de contrabandistas cruéis, muitas vezes com consequências trágicas". Fonte: Associated Press.