22°
Máx
16°
Min

Oposição quer votar impeachment de líder sul-coreana na semana que vem

(Foto: Divulgação) - Oposição quer votar impeachment de líder sul-coreana na semana que vem
(Foto: Divulgação)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os partidos de oposição da Coreia do Sul concordaram em apresentar uma moção para votar na próxima sexta-feira (9) o impeachment da presidente Park Geun-Hye, abalada por um escândalo que envolve o acesso de uma amiga dela a assuntos do governo.

"A partir de agora, não haverá rachas entre os três partidos opositores" no que diz respeito ao impeachment de Park, afirmou em comunicado nesta sexta (2) o Partido Democrático, maior legenda opositora.

A oposição controla 165 das 300 cadeiras do Parlamento e, com isso, pode aprovar a moção para iniciar o processo de impeachment. Será necessário, contudo, o apoio de alguns parlamentares aliados ao governo para derrubar a presidente.

Os legisladores governistas pressionam a mandatária para que ela se comprometa a abandonar o cargo até abril, de modo que novas eleições sejam realizadas em junho.

Caso Park não apresente ao longo da próxima semana sua intenção de renunciar, membros da base do governo no Parlamento devem acompanhar a oposição e votar pela deposição da presidente.

Park anunciou há alguns dias que está disposta a ter seu mandato reduzido e que deixará o Parlamento decidir seu destino.

Escândalo

Park viu sua popularidade desabar em um mês com as revelações sobre as investigações do Ministério Público a respeito de sua ex-confidente Choi Soon-sil, detida por ter utilizado a relação com a presidente para extorquir grandes empresas sul-coreanas. A presidente é suspeita de "conivência".

Desde que o escândalo veio à tona, manifestações reúnem multidões a cada fim de semana em todo o país para pedir a renúncia da presidente.