21°
Máx
17°
Min

Papa Francisco pede a jovens que não enxerguem "fronteiras como barreiras"

(Foto: Divulgação) - Papa pede a jovens que não enxerguem "fronteiras como barreiras"
(Foto: Divulgação)

O papa Francisco encorajou neste domingo milhares de jovens reunidos no sul da Polônia a "acreditarem em uma nova humanidade", a qual é mais forte que o mal e se recusa a usar fronteiras como barreiras. O apelo foi feito ao final da Jornada Mundial da Juventude, um evento de uma semana que reúne católicos de diversas cidades.

A Jornada foi o principal foco de Francisco durante sua viagem à Polônia, que ainda incluiu uma visita ao campo de concentração de Auschwitz e um pedido para que Deus afaste o terrorismo.

Pelo segundo dia seguido, uma multidão ocupou os gramados numa região de campo próxima de Cracóvia. Alguns dos fiéis acampavam durante a noite após uma tarde de orações com o papa a qual reuniu ao menos 1,6 milhão de pessoas segundo os organizadores.

O papa usou seus diversos encontros com jovens - desde megarreuniões até almoços privados - para encorajar a nova geração a trabalhar pela paz, reconciliação e justiça.

Francisco afirmou que Deus "demanda coragem verdadeira, a coragem para ser mais poderoso que o mal e amar a todos, até mesmo nossos inimigos".

"As pessoas podem julgar vocês por serem sonhadores, porque vocês acreditam em uma nova humanidade que rejeita o ódio entre os povos, uma humanidade que se recusa a ver fronteiras como barreiras e que pode honrar suas próprias tradições sem ser egoísta", declarou ele a multidão.

Pouco antes, Francisco já havia expressado desalento com as pessoas e lugares que não recebem refugiados. No momento em que milhares de imigrantes tem chegado a Europa em barcos, algumas nações tem imposto barreiras.

A Polônia está entre os países que se recusaram a receber muitos refugiados, dizendo que já abriga muitos imigrantes ucranianos. Na missa celebrada por Francisco nesse domingo, estavam alguns dos principais líderes poloneses, incluindo o presidente Andrzej Duda.

Ao final, o papa anunciou que a próxima Jornada Mundial da Juventude vai ocorrer no Panamá, em 2019. Fonte: Associated Press.