28°
Máx
17°
Min

Papa pede para que jovens não sejam preguiçosos e "deixem sua marca no mundo"

O papa Francisco pediu neste sábado a milhares de jovens peregrinos que eles não sejam "couch potatoes" (ou batatas de sofá), mas que assumam riscos e procurem construir um mundo melhor.

Tal expressão, de origem americana, indica uma pessoa inativa, que prefere passar o tempo ociosamente no sofá, assistindo à televisão, a fazer qualquer atividade, principalmente física. O uso na expressão da palavra batata, pode se referir à semelhança da pessoa ao legume, ou ao fato que esse tipo de pessoa costuma consumir grandes quantidades de batatinhas fritas enquanto está sentada ou deitada no sofá.

Usando uma linguagem diferenciada, o papa falou de uma paralisia que vem da busca da conveniência. Ele alertou que viver desta maneira priva as pessoas da liberdade e da capacidade de determinar o seu próprio destino.

"Queridos jovens, não viemos a este mundo para vegetar, para deixá-lo fácil, para tornar nossa vida um sofá confortável para adormecer. Nós viemos por outra razão: para deixar uma marca", disse o papa.

O papa chamou Jesus de o "Senhor do risco" e disse: "Jesus não é o Senhor de conforto e da facilidade. Seguir Jesus exige uma boa dose de coragem, uma prontidão para negociar o sofá por um par de sapatos e partir para novos e inexplorados caminhos". Fonte: Associated Press