22°
Máx
16°
Min

Paul Ryan não apoia Trump, mas ambos defendem unificação do Partido Republicano

- Paul Ryan não apoia Trump, mas ambos defendem unificação do Partido Republicano

O presidente da Câmara dos EUA, Paul Ryan, não endossou a candidatura de Donald Trump à presidência do país depois de duas reuniões nesta quinta-feira em que ambos reconheceram suas diferenças, mas afirmaram que estão "totalmente comprometidos" a unificar o dividido Partido Republicano.

O deputado de Wisconsin, que chocou o partido na semana passada quando disse que ainda não estava pronto para apoiar Trump, não mudou de posição após conversar com o empresário. Em comunicado conjunto, eles disseram que "permanecem confiantes de que existe uma grande oportunidade para unificar o partido e vencer essa crise". "Estamos totalmente comprometidos a trabalhar juntos para alcançar esse objetivo", acrescentaram.

Tanto Ryan quanto Trump contaram que nas duas reuniões, embora tenham sido "honestos sobre algumas diferenças", reconheceram que também existem muitas áreas de concordância. Eles pretendem fazer reuniões adicionais.

Os dois republicanos divergem em diversos assuntos como o recente acordo de Parceria Transpacífico, o escopo da seguridade social, a reforma do sistema de imigração e uma possível proibição da entrada de imigrantes muçulmanos nos EUA.

Ryan e outros deputados republicanos afirmaram que as reuniões desta quinta-feira foram o começo de um processo para conhecerem Trump. "Foi um primeiro encontro", comentou o deputado Tom Cole. "No fim, eles ganham mais se unindo do que se separando", disse. Fonte: Dow Jones Newswires.