27°
Máx
13°
Min

Plataforma de Trump reduziria tributos nos EUA em até US$ 5,9 tri em uma década

O plano para o sistema tributário do candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, reduziria os impostos federais em entre US$ 4,4 trilhões e US$ 5,9 trilhões ao longo de uma década. A diferença de US$ 1,5 trilhão na estimativa se deve a declarações conflitantes da campanha e a um ponto importante sobre a taxação às empresas que tampouco está claro, segundo uma análise divulgada nesta segunda-feira.

A análise elaborada pela Tax Foundation, uma entidade vista como próxima do conservadorismo nos EUA, mostra que o plano de Trump reduziria a receita federal em pelo menos 10,9% e resultaria em benefícios maiores para os cidadãos de renda mais alta. Sem contar o crescimento econômico, as residências do 1% mais rico veriam sua renda após impostos aumentar em pelo menos 10,2%, enquanto os 80% com menos renda teriam um aumento de menos de 2%.

A Tax Foundation também divulgou estimativas do impacto econômico dos cortes de impostos de Trump. No cálculo da entidade, isso resultaria num aumento de entre 6,9% e 8,2% do Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA no longo prazo e na criação de entre 1,8 milhão e 2,2 milhões de empregos. O crescimento, segundo a fundação, seria mais igualmente distribuído entre os grupos de renda, embora as rendas maiores continuassem a ir para as famílias mais ricas.

Economistas discordam, porém, dessa dinâmica e mostram-se mais cuidadosos em fazer afirmações sobre como a economia responderá às mudanças na política tributária. Fonte: Dow Jones Newswires.