27°
Máx
13°
Min

Polícia dos EUA prende irmão do autor do massacre de San Bernardino

Três pessoas estreitamente ligadas ao casal responsável pelo tiroteio em San Bernardino foram presas nesta quinta-feira.

Entre os acusados está Syed Raheel Farook. Seu irmão e sua cunhada, Syed Rizwan Farook e Tashfeen Malik, faleceram durante um tiroteio com a política depois de assassinar 14 pessoas e ferir outras 22 no dia 2 de dezembro.

Na quinta-feira também foram detidas a esposa de Syed Raheel Farook, Tatiana, e sua cunhada, Mariya Chernykh. Os promotores afirmam que o matrimônio de Mariya com Enrique Marquez Jr., a única pessoa acusada pelo ataque, era uma fraude desenhada para permitir que ela obtivesse residência legal nos Estados Unidos.

Marquez confessou a fraude quando as autoridades o interrogaram a respeito do tiroteio. Ele admitiu que ganhava uma mesada de US$ 200 por mês em que permanecia casado com Mariya, segundo a acusação penal.

As três pessoas se declararam inocentes durante uma audiência realizada na quinta-feira.

Um juiz ordenou que Mariya, que segundo os promotores é mais culpada pelo matrimônio fictício, seja monitorada eletronicamente.

A mãe dos irmãos Farook vai garantir a fiança de US$ 25 mil de seu filho mais velho e de sua nora. Ele foi liberado horas depois, enquanto ela ainda não saiu da detenção. Fonte: Dow Jones Newswires.