27°
Máx
13°
Min

Polícia registra brigas entre refugiados e locais em três cidades

A polícia afirmou neste sábado que diversas pessoas ficaram feridas em brigas entre alemães e locais desde a noite de ontem em três cidades do Leste da Alemanha.

No primeiro acidente, registrado na cidade de Sangershausen, um grupo de jovens utilizou porretes e spray de pimenta contra um grupo de sírios que jogou pedras contra eles em um abrigo para refugiados.

Também na sexta-feira, a polícia teve que atuar para conter um grupo de 30 locais que atacaram dez imigrantes na cidade de Schwerin.

Em Bautzen, perto da fronteira com a Polônia, um sírio de 17 anos ameaçou um homem de 39 anos, gerando confusão. O menor foi levado ao hospital com ferimentos leves. Bautzen já teve outros casos de confrontos do mesmo tipo nas últimas semanas.

Neste sábado, a chanceler Angela Merkel criticou as manifestações de extrema-direita que tem acontecido no país, afirmando que os cidadãos locais precisam entender melhor sua próprias história e os fundamentos da cultura alemã.

Ela criticou o uso do slogan "Nós somos o povo" por esses grupos, afirmando que seu sentido está ligado ao da luta pela reunificação do país, no início da década de 1990.

A frase é frequentemente cantarolada nas manifestações anti-imigração. Autoridades alemãs estão em alerta para as celebrações que marcam o 26º aniversário da reunificação do país, que acontecem na próxima segunda-feira, em Dresden.

A cidade é o lar do grupo anti-islã Pegida, ou "Europeus patriotas Contra a Islamização do Ocidente". Na semana passada, aconteceram dois ataques com bomba, um deles em uma mesquita. Fonte: Associated Press.