23°
Máx
12°
Min

Policial mata homem negro em seu carro na frente da mulher e do filho nos EUA

Um policial do Estado de Minnesota feriu mortalmente um homem negro que estava em seu carro com a mulher e o filho na noite de ontem, disseram autoridades locais. A cena foi gravada pela mulher e foi bastante compartilhada nas redes sociais.

No vídeo, ela aparece filmando um homem cuja camiseta está ensopada de sangue e dizendo "a polícia acabou de atirar em meu namorado se nenhuma razão aparente"

O delegado interino de polícia de St. Anthony, Jon Mangseth, afirmou que o incidente começou quando o oficial parou um veículo no subúrbio de Falcon Heights, perto das 21h (horário local). Não se sabe o motivo dos disparos.

A divulgação do vídeo levou vários grupos de pessoas para as ruas, incluindo familiares do homem morto, identificado como Philando Castile, que tinha 32 anos e trabalhava como supervisor de lanchonete de uma escola em St. Paul.

Em entrevista à CNN no início da manhã, a mãe de Castile afirmou suspeitar que nunca iria saber o motivo real da morte de seu filho.

"Acredito que ele era apenas o cara negro no lugar errado", disse Valerie Castile, acrescentando que sempre pediu a seus filhos para fazer o que as autoridades pediam - uma forma de sobreviver.

"Eu conheço meu filho... nós sabemos que negros vem sendo mortos... Eu sempre falei para eles, quando um policial parar vocês, apenas obedeça, obedeça, obedeça."

O uso da força pela polícia, especialmente contra minorias, tem voltado ao foco nos Estados Unidos desde a morte de Aldo Sterling, um negro de 37 anos. Ele foi morto a tiros pela polícia em Baton Rouge, Louisiana, no início da semana, em uma cena que também foi gravada. Ontem, o Departamento de Justiça lançou uma investigação de direitos civis sobre o tiroteio, que aconteceu após Sterling, brigar com dois policiais brancos do lado de fora de uma loja de conveniência. Fonte: Associated Press.