22°
Máx
17°
Min

Premiê da Turquia diz que irá renunciar em 22 de maio, após convenção do partido

(Foto: AK Parti) - Premiê da Turquia diz que irá renunciar em 22 de maio, após convenção do partido
(Foto: AK Parti)

O primeiro-ministro da Turquia, Ahmet Davutoglu, disse que irá renunciar ao cargo em 22 de maio, quando deve ocorrer nova convenção do partido. A saída de Davutoglu acontece após 20 meses de governo, num movimento inesperado que reforça a liderança política do presidente Recep Tayyip Erdogan.

A iminente saída de Davutoglu abre caminho para que Erdogan indique o novo primeiro-ministro, leal a ele, contribuindo para seu objetivo de centralizar o poder.

Após uma tensa reunião com Erdogan na noite de ontem para discutir as diferenças políticas, Davutoglu disse que iria deixar a liderança de seu partido e abrir caminho para um novo comando na convenção especial que ocorrerá em 22 de maio.

O movimento coloca fim aos esforços de Davutoglu de se estabelecer como herdeiro legítimo de Erdogan. Sua partida também priva aliados do país na Organização Tratado do Atlântico Norte (Otan) de um parceiro crítico que lideradou os esforços internacionais para pôr fim à crise dos refugiados alimentada pela guerra na Síria. Fonte: Dow Jones Newswires.