22°
Máx
14°
Min

Premiê israelense teme que armas sírias estejam ao alcance do Hezbollah

Moscou, 21 (AE) - O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, manifestou preocupação nesta quinta-feira ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, de que armas sofisticadas da Síria e do Iraque acabem nas mãos de militantes do grupo libanês Hezbollah, aliado do governo sírio.

Netanyahu esteve em Moscou para reunir-se com Putin, um firme defensor do governo sírio e que abastece o território militarmente, assim como o Hezbollah.

Em transmissão televisionada do encontro, Netanyahu disse que Israel teme uma abertura de uma "frente do terror" nas Colinas de Golã se o Hezbollah obtiver as armas sofisticadas atualmente em posse síria.

Israel tomou, da Síria, as Colinas de Golã em 1967, durante a Guerra do Oriente Médio, e as anexou ao seu território em 1981. A retirada dos israelenses do território é vista como chave para qualquer acordo de paz entre os dois países. Fonte: Associated Press.