21°
Máx
17°
Min

Presidente da Sérvia dissolve Parlamento e antecipa eleição

(Foto: Divulgação)  - Presidente da Sérvia dissolve Parlamento e antecipa eleição
(Foto: Divulgação)

O presidente sérvio, Tomislav Nikolic, decidiu nesta sexta-feira dissolver o Parlamento e convocar uma eleição antecipada para 24 de abril. Os governistas conservadores tentarão consolidar seu poder, em meio a graves problemas econômicos e tensões criadas pela presença de centenas de milhares de imigrantes que cruzam o país.

Nikolic disse que firmou nesta sexta-feira o decreto para convocar a eleição e acrescentou que estaria feliz se a coalizão governista liderada pelo Partido Progressista Sérvio e pelo primeiro-ministro Aleksandar Vucic vencesse a disputa, convocada dois anos antes do prazo esperado.

Vucic, um ex-nacionalista que se tornou um reformista favorável à União Europeia, disse que a eleição antecipada era necessária, para que um novo gabinete com um mandato claro possa buscar reformas na economia e em outras áreas, necessárias para o país se tornar um membro da União Europeia.

Todas as pesquisas preveem que os partidários de Vucic vençam a disputa, com a oposição muito dividida para conseguir um resultado forte. A eleição deve trazer ainda a ascensão de grupos de extrema-direita favoráveis à Rússia, que não conseguiram chegar ao Parlamento na última eleição, em 2014.

O analista político Zoran Stojiljkovic descreveu a disputa eleitoral como "esperada, mas desnecessária". Segundo ele, os governistas querem se fortalecer antes de acontecimentos políticos e econômicos "desagradáveis" esperados para o futuro próximo. Quase 1 milhão de imigrantes e refugiados transitaram pela Sérvia a caminho de outras nações do centro e do oeste da Europa. Os grupos de extrema-direita criticam a atuação do governo na crise, exigindo medidas mais duras contar a imigração em massa. Fonte: Associated Press.