22°
Máx
14°
Min

Putin cancela visita à França em meio a tensões diplomáticas sobre a Síria

(Foto: Divulgação) - Putin cancela visita à França em meio a tensões diplomáticas
(Foto: Divulgação)

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, adiou por tempo indeterminado uma visita à França, em meio a tensões diplomáticas relacionadas à postura dos dois países sobre a Síria. A viagem estava planejada para acontecer na próxima terça-feira e previa a participação de Putin, ao lado do presidente francês François Hollande, na inauguração de um centro cultural russo e de uma igreja Ortodoxa perto da Torre Eiffel, mas os franceses teriam revisado o cronograma, segundo o porta-voz de Putin, Dmitry Peskov.

"Infelizmente, esses eventos foram retirados da programação", disse Peskov, frisando que cabe aos franceses explicar essa tomada de decisão. Peskov ponderou, no entanto, que Putin poderá visitar a França numa outra data que seja "confortável" para Hollande.

No fim de semana, a Rússia bloqueou uma resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) proposta em conjunto pela França e pela Espanha para colocar fim às hostilidades na Síria. Na segunda-feira, o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Marc Ayrault, acionou a Corte Penal Internacional para investigar possíveis crimes de guerra cometidos pela Rússia na Síria.

Ainda assim, Peskov negou que o cancelamento da visita de Putin seja um reflexo do isolamento internacional que Moscou vem sofrendo devido às suas ações na Síria, onde aviões de guerra russos têm dado apoio ao exército sírio na ofensiva contra Alepo.

"A Rússia e seu presidente não estão enfrentando nenhum isolamento deste tipo", reforçou Peskov, dizendo que a afirmação era "absurda".

A França afirmou que a visita de Putin deveria ter foco extensivo na Síria, em meio a crescentes tensões diplomáticas entre os dois países. Fonte: Associated Press.