21°
Máx
17°
Min

Quase 600 imigrantes chegam à Itália entre domingo e segunda-feira

Quase 600 imigrantes foram resgatados e levados para a Itália entre o domingo e a segunda-feira, informou a Organização Internacional para Imigração, em mais um sinal de que a rota italiana está começando a ser mais procurada depois do fim do inverno local.

Cerca de 460 pessoas foram levadas para o porto de Augusta, na Sicília, de acordo com Flavio di Giacomo, porta-voz da organização. Entre eles, dois estavam feridos a bala. Outros 100 estavam a caminho de Lampedusa em botes infláveis, onde foram encontrados seis mortos. As duas embarcações haviam partido da Líbia.

Com isso, o total de imigrantes e refugiados que chegaram à Itália até agora neste mês soma quase 6,2 mil, em comparação com cerca de 2 mil na Grécia no mesmo período. Em março, a União Europeia chegou a um acordo com a Turquia para interromper o fluxo de imigrantes que seguiam para a Grécia e, com isso, a quantidade de pessoas tentando cruzar o Mar Egeu diminuiu.

Durante 2014 e o primeiro semestre de 2015, a Itália era a principal porta de entrada dos imigrantes para a Europa, com mais de 300 mil pessoas chegando do Oriente Médio e da África. Depois os sírios começaram a cruzar da Turquia para a Grécia, como uma alternativa menos perigosa, o que fez a quantidade de pessoas entrando na Grécia crescer para 857 mil no ano passado.

No entanto, a maioria dos que chegaram à Itália nos últimos dias são somalianos e afegãos, segundo a Organização Internacional para Imigração. "Houve um significativo aumento das chegada nos primeiros três meses deste ano na Itália", afirmou di Giacomo.

De todo modo, as chegadas na Itália até agora neste mês estão menores do que em abril do ano passado, quando elas somaram 16 mil. Fonte: Dow Jones Newswires.