27°
Máx
13°
Min

Registros de Trump revelam possível sonegação por quase duas décadas, diz jornal

- Registros de Trump revelam possível sonegação por quase duas décadas

Um documento apontou que o candidato republicado à presidência dos Estados Unidos Donald Trump pode ter evitado pagar imposto de renda por quase duas décadas. O magnata teria apresentado um prejuízo de US$ 916 milhões em 1995. A lei norte-americana permite que se utilize os prejuízos para cancelar rendimentos tributáveis futuros, coisa que ele teria feito por 18 anos.

O documento, de três páginas, foi entregue anonimamente ao jornal New York Times e publicado na edição de hoje. Os papeis levantam dúvidas sobre como Trump teria gerenciado suas perdas nesta declaração e durante os anos seguintes, em que seus negócios deslancharam. O empresário teve muitos problemas financeiros entre 1980 e início de 1990 na indústria de cassinos, seguidos por um sucesso mais recente com programas de televisão e as operações de hotelaria.

Com a possibilidade de deduzir as perdas nas declarações futuras, pessoas mais experientes costumam relatar todo o prejuízo nas épocas de "vacas magras" e, nos anos seguintes, ocultar parte dos lucros e, com isso, pagar menos impostos.

O imposto de renda de Trump tem sido foco de rivais de campanha durante os últimos oito meses, uma vez que Ted Cruz e Marco Rubio o desafiaram a liberar suas declarações durante um debate para as preliminares em fevereiro. No debate da semana passada, a candidata democrata Hillary Clinton sugeriu o Trump não divulga suas declarações porque ele tem evitado o pagamento de imposto de renda.

Trump se recusou a comentar os documentos. No lugar, os funcionários de sua campanha lançaram uma declaração que nem nega, nem confirma os prejuízos reportados. "Trump é um homem de negócios altamente qualificado e que tem uma responsabilidade com seus impostos (...) e pagou centenas de milhões de dólares em taxas sobre sua propriedade", disse a nota.