22°
Máx
16°
Min

Reino Unido amplia prazo de registro para voto em plebiscito sobre saída da UE

Os parlamentares do Reino Unido aprovaram legislação emergencial para permitir que mais pessoas se registrem para votar no plebiscito sobre se o país continuará ou não na União Europeia. A medida gerou descontentamento entre alguns dos partidários da saída do bloco, que dizem que isso favorece o lobby pela permanência na UE.

Inicialmente, o prazo para se registrar para votar seria a meia-noite da terça-feira. Esse prazo, porém, acabou por derrubar o site do governo e deixou alguns sem a possibilidade de acessar o sistema de registro.

O primeiro-ministro David Cameron, que lidera a campanha pela permanência na UE, disse que aquelas pessoas que querem devem ter a oportunidade de participar no plebiscito de 23 de junho. O governo apresentou legislação para ampliar o prazo até a meia-noite desta quinta-feira e essa lei já foi aprovada.

O governo afirmou que um número recorde, de 525 mil pessoas, se inscreveu para votar na terça-feira. Uma parcela significativa delas é de menores de 34 anos, grupo que segundo as pesquisas tende a defender a permanência na UE. Políticos de todo o espectro defenderam o prazo maior, mas um grupo que faz campanha pela saída da UE, o Leave.EU, afirmou que a medida era inconstitucional por alterar uma lei eleitoral durante o próprio período eleitoral e que buscará maneiras de contestar a decisão. Fonte: Dow Jones Newswires.