23°
Máx
12°
Min

Roma elege primeira prefeita em quase 3 mil anos

O movimento anti-establishment 5 Estrelas obteve vitórias avassaladoras nas eleições municipais de Roma e Turim, as conquistas mais importantes desde sua fundação há três anos.

Virgínia Raggi, a candidata de 37 anos do movimento para a capital do país, será a primeira mulher a assumir o cargo após obter 67% dos votos no segundo turno, realizado ontem. Ela derrotou Roberto Giachetti, candidato do Partido Democrático, o mesmo do primeiro-ministro Matteo Renzi.

"Eu irei restaurar a legalidade e a transparência das instituições da cidade após 20 anos de governos ruins", disse Raggi após confirmado o resultado da eleição. "Conosco, inicia uma nova era."

Uma vitória ainda mais surpreendente foi a da candidata Chiara Appendino, que venceu a eleição de Turin com 55% dos votos. Ela derrotou o atual prefeito, Piero Fassino, um dos pesos pesados do Partido Democrata.

O sucesso do 5 Estrelas representa uma grande derrota para o partido e a coalizão de centro-esquerda de Renzi, que tenta passar uma agenda de reformas para reviver a economia estagnada italiana.

A vitória em Roma também oferece ao novo partido - até agora visto como uma legenda de protesto e oposição ao governo - a sua primeira oportunidade para demonstrar capacidade de governar. Um sucesso em comandar a capital do país, que tem um histórico de quadros inchados, problemas de corrupção e uma dívida de 12 bilhões de euros, poderia catapultar as chances do movimento na próxima eleição nacional.

Apesar das derrotas, o Partido Democrata manteve o comando das cidades de Milão e Bolonha. Fonte: Associated Press.