21°
Máx
17°
Min

Rússia nega que aviões de guerra tenham bombardeado hospital na Síria

O porta-voz do presidente da Rússia, Vladimir Putin, rejeitou as acusações de que aviões de guerra russos bombardearam um hospital no norte da Síria na segunda-feira.

Dmitry Peskov disse a repórteres nesta terça-feira que este era mais um caso daqueles que fazem acusações contra a Rússia, mas são incapazes de provarem suas acusações. Ele afirmou ainda que eles devem confiar em anúncios oficiais do governo da Síria.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos com base na Grã-Bretanha disse que foram os aviões de guerra russos que alvejaram um hospital na província de Idlib, destruindo-o e matando nove pessoas.

Na segunda-feira à noite, o novo ministro das Relações Exteriores da França disse que os ataques ao hospital "poderiam constituir crimes de guerra". Fonte: Associated Press.