23°
Máx
12°
Min

Rússia reivindica morte de importante membro do Estado Islâmico na Síria

(Foto: Divulgação) - Rússia reivindica morte de importante membro do Estado Islâmico
(Foto: Divulgação)

O governo da Rússia reivindicou, nesta quarta-feira, a morte de Abu Mohammed al Adnani, um dos fundadores e porta-voz do grupo extremista Estado Islâmico na Síria, após um ataque aéreo "de precisão" na cidade de Alepo.

Ele foi morto juntamente com outros 40 militantes, de acordo com um comunicado do ministério da Defesa.

Em Washington, o porta-voz do Pentágono, Peter Cook, afirmou que não tinha como confirmar a afirmativa russa.

"A Rússia passa a maior parte de seu tempo, de sua campanha militar, apoiando o regime do presidente Bashar Assad. Ela não tem dado muita ênfase focando a liderança do Estado Islâmico", afirmou, acrescentando também que ataques de precisão não são comumente vistos do lado russo.

Na terça-feira, o Pentágono afirmou ter atacado Adnani com ataques aéreos na cidade al Bab, a nordeste de Alepo, mas não tinha como confirmar sua morte. Fonte: Associated Press.