22°
Máx
17°
Min

Russos dizem que rebeldes sírios violaram cessar-fogo 55 vezes em um dia

(Foto: Divulgação) - Russos dizem que sírios violaram cessar-fogo 55 vezes em um dia
(Foto: Divulgação)

Militares russos disseram que rebeldes sírios violaram o cessar-fogo 55 vezes no último dia, inclusive com ataques contra alvos militares e civis na cidade de Aleppo, no norte da Síria. Segundo a agência de notícias Interfax, o coronel Sergei Kopytsin disse que Aleppo foi atingida por morteiros e foguetes improvisados 26 vezes.

Um acordo de cessar-fogo no país foi intermediado por Moscou e Washington e entrou em vigor na segunda-feira. De modo geral, a trégua vem sendo mantida, apesar de supostas violações do acordo pelos dois lados do conflito.

O cessar-fogo deveria permitir a chegada de ajuda humanitária a áreas controladas pelos rebeldes em Aleppo, mas os comboios ainda não entraram na cidade.

De acordo com ativistas, forças do governo mataram cinco civis na violação mais recente do cessar-fogo. Já a agência do governo SANA diz que os insurgentes violaram o acordo 12 vezes em 12 horas.

O ministro de relações exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, e o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, conversaram por telefone sobre a frágil trégua na Síria e os esforços para que a ajuda humanitária chegue até Aleppo. Segundo o ministério de Relações Exteriores da Rússia, Lavrov disse a Kerry que coordenou a entrega da ajuda com as forças do governo sírio e pediu que Washington faça o mesmo com os rebeldes.

Lavrov observou que alguns grupos armados ilegais se recusam a aderir ao cessar-fogo e disse que Washington tem a obrigação de "separar unidades da oposição moderada de grupos terroristas". Fonte: Associated Press.