27°
Máx
13°
Min

Sequestrador de avião da EgyptAir é identificado, após ser detido no Chipre

(Foto: Petros Karadjias / Estadão Conteúdo) - Sequestrador de avião da EgyptAir é identificado, após ser detido no Chipre
(Foto: Petros Karadjias / Estadão Conteúdo)

O sequestrador de um avião da EgyptAir com 63 passageiros e tripulantes a bordo foi identificado, após ser detido por autoridades em um aeroporto do Chipre nesta terça-feira. O homem é Seif Al Deen Mostafa, um cidadão egípcio de 59 anos.

O caso renovou as preocupações sobre a segurança aérea no Egito. O avião partiu de Alexandria e seguiria para o Cairo, porém Mostafa afirmou que vestia um cinturão com explosivos e forçou o piloto a voar para o Chipre, onde a aeronave pousou no aeroporto internacional de Larnaca.

Um graduado funcionário do Ministério das Relações Exteriores no Chipre, Alexandros Zenon, disse que o avião da EgyptAir pediu autorização para pousar em Larnaca, ao dizer que a aeronave tinha pouco combustível. "Nós demos nossa permissão porque havia cerca de 70 pessoas a bordo da aeronave", comentou Zenon. Segundo ele, o avião pousou em uma área isolada do aeroporto, sob supervisão das autoridades do setor de segurança.

Após o pouso, Mostafa exigiu a libertação de 63 mulheres presas no Cairo e insistiu que fosse enviada para sua ex-mulher cipriota uma carta de quatro páginas, segundo um agente de polícia do Chipre. Aparentemente o homem não tinha vínculos com qualquer organização terrorista, disse um membro do governo do Egito.

A polícia interroga Mostafa após a prisão dele. O ministro das Relações Exteriores cipriota, Ioannis Kasoulides, descreveu o homem a repórteres como em um "estado mental frágil". Segundo ele, o suposto colete com explosivos de Mostafa era na verdade falso. Uma autoridade egípcia disse que o colete foi feito com "itens caseiros". Fonte: Dow Jones Newswires.