20°
Máx
14°
Min

Sindicatos da França planejam greves para paralisar trens, portos e aeroportos

(Foto: F. Blanc/ Force Ouvrière) - Sindicatos da França planejam greves para paralisar trens, portos e aeroportos
(Foto: F. Blanc/ Force Ouvrière)

Os sindicatos dos trabalhadores franceses estão planejando uma série de greves nos próximos dias que vão afetar trens, o sistema de metrô de Paris, portos e, possivelmente, aeroportos. Os manifestantes protestam contra uma reforma nas leis trabalhistas que prevê aumento nas horas de trabalho e torna a demissão mais fácil.

Espera-se que o timing das greves, que começam com o serviço de trens na terça-feira, aumentem a pressão para que o governo desista da lei: elas acontecem enquanto a França se prepara para sediar a Eurocopa 2016, que começa no dia 30 junho e deve atrair 2,5 milhões de pessoas aos estádios do país.

Na quinta-feira os metroviários entrarão em greve e os controladores de tráfego aéreo ameaçam paralisar as atividades na sexta-feira.

Escassez de combustível é outro elemento que preocupa a população. Os grevistas bloquearam ou diminuíram a produção na maior parte das refinarias da França e interromperam importações de petróleo em portos na Marselha e no Mediterrâneo. Na semana passada, parte dos postos de Paris relataram falta de combustível.

Apesar das mudanças na lei fomentarem os protestos, cada sindicato está aproveitando para fazer reivindicações específicas para os seus setores. Fonte: Associated Press.