22°
Máx
17°
Min

Síria acusa EUA de atacarem exército e permitirem avanço do Estado Islâmico

O exército da Síria alega que uma coalizão liderada pelos Estados Unidos atacou uma de suas bases na província de Deir el-Zour, o que teria permitido ao Estado Islâmico ganhar território na área disputada. Washington ainda não comentou as acusações. Caso o ataque seja confirmado, será a primeira vez que a coalizão mirou em forças do governo sírio.

Em um comunicado emitido neste sábado, o exército sírio afirma que os bombardeios aéreos deixaram vítimas e danificaram equipamentos. A nota fala em um "ataque grave e flagrante na Síria e seus militares" e diz que o ocorrido foi "uma prova do apoio dos EUA ao Daesh e outros grupos terroristas". Daesh é o acrônimo árabe para o Estado Islâmico.

O governo do presidente Bashar Assad há muito tempo acusa os Estados Unidos de dar cobertura aos extremistas. Fonte: Associated Press.