22°
Máx
17°
Min

Síria: explosões em Homs matam pelo menos 32 pessoas e ferem dezenas

Duas explosões na cidade de Homs, na Síria, mataram pelo menos 32 pessoas e feriram dezenas neste domingo, na mais recente onda de violência a atingir o local, informou a TV estatal.

As explosões em Homs ocorreram em meio a reportes de que forças do governo sírio teriam capturado 31 vilarejos na província de Alepo, no norte do país, que estavam sob controle do Estado Islâmico. As tropas sírias estão em ofensiva em diferentes partes do país sob ataques aéreos da Rússia.

A reportagem informou ainda que as explosões deste domingo atingiram o bairro pró-governo de Zahraa. A TV cita Talal Barrazi, governador provincial de Homs, confirmando que 32 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas, algumas com gravidade.

A maioria dos ataques a bomba em Homs durante os últimos meses foi reivindicada pelo Estado Islâmico, que controla partes da província de Homs, incluindo a cidade histórica de Palmyra.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos, com sede na Grã-Bretanha e uma rede de ativistas em toda Síria, disse que as explosões mataram 46 pessoas e feriram mais de 100. Segundo o observatório, as explosões foram causadas por dois veículos carregados de explosivos.

A TV estatal afirmou que as explosões ocorreram por volta das 8h15 do horário local (3h15 de Brasília) e resultaram de dois carros-bomba.

No norte do país, o exército sírio capturou 31 vilarejos neste domingo que eram controlados pelo Estado Islâmico, de acordo com a TV pró-síria Al-Mayadeen, com base no Líbano, e a rede Al-Manar, do Hezbollah. Fonte: Associated Press.