21°
Máx
17°
Min

Sob acusação de fraude eleitoral, Lungu é reeleito presidente da Zâmbia

(Foto: Divulgação) - Lungu é reeleito presidente da Zâmbia
(Foto: Divulgação)

O presidente da Zâmbia, Edgar Lungu, foi declarado o vencedor das eleições gerais do país nesta segunda-feira, após uma campanha marcada por uma agitação incomum, em um resultado contestado por seu principal rival.

Esau Chulu, presidente da Comissão Eleitoral da Zâmbia, disse em uma coletiva de imprensa que Lungu conquistou 50,3% dos votos contra 47,7% de seu principal rival, Hakainde Hichilema.

Neste domingo, autoridades da principal sigla de oposição, o Partido Unido para o Desenvolvimento Nacional (UPDN, na sigla em inglês), acusou a comissão eleitoral de conspirar com o partido de Lungu - Frente Patriótica - de fraudar a votação na semana passada.

Observadores da União Europeia levantaram dúvidas sobre a transparência da votação após terem acesso negado ao centro de verificação.

As alegações podem inflamar tensões após uma campanha esporadicamente violenta que ameaçou abalar uma das democracias mais estáveis da África.

O candidato vitorioso tinha que conseguir mais da metade dos votos para ganhar as eleições sem um segundo turno.

Jack Mwiimbu, o chefe de assuntos legais do partido de Hichilema disse que se retirou de um centro de verificação em resposta às "falhas no processo eleitoral" e o descaso às preocupações levantadas pelas autoridades dos partidos. Fonte: Dow Jones Newswires.