24°
Máx
17°
Min

Soldado dos EUA é morto no Iraque em ataque do Estado Islâmico

Um soldado dos Estados Unidos que auxiliava combatentes curdos perto da cidade de Mossul, no norte do Iraque, foi morto nesta terça-feira em um ataque das forças do Estado Islâmico, de acordo com um porta-voz do Departamento de Defesa.

O soldado, que não teve o nome nem a patente divulgados, foi atingido por fogo inimigo direto cerca de 30 quilômetros ao norte de Mossul, a base de fato do Estado Islâmico no Iraque, disse o coronel Steve Warren, porta-voz da coalizão liderada pelos EUA que combate o grupo extremista.

O soldado foi morto durante uma missão de treinamento e assistência, na qual aconselhava combatentes curdos conhecidos como Peshmerga, aliados dos norte-americanos na luta contra os extremistas. "O inimigo penetrou nas linhas curdas", disse o porta-voz. Segundo ele, o Estado Islâmico atacou com caminhões-bomba. Não há informações sobre mais feridos.

O militar é o terceiro soldado dos EUA a ser morto no país desde que as tropas norte-americanas se retiraram do Iraque em 2011, após quase uma década de ocupação.

Antes, o sargento Louis F. Cardin, da Califórnia, morreu em 21 de março quando um foguete do Estado Islâmico atingiu sua unidade na cidade de Makhmour, 112 quilômetros a sudeste de Mossul, segundo o Pentágono. Já o sargento Joshua Wheeler foi morto em outubro passado pelo Estado Islâmico, durante uma missão para resgatar reféns do grupo. Fonte: Dow Jones Newswires.