22°
Máx
16°
Min

Somália: Atentado reivindicado por grupo ligado a al-Qaida deixa 15 mortos

Um terrorista detonou um veículo carregado com explosivos em frente à sede do governo local de Puntland, Estado semiautônomo na cidade de Galkayo, no norte da Somália, enquanto outro atingiu um mercado local, matando ao menos 15 pessoas e ferindo cerca de 30, informou neste domingo forças policiais da Somália.

Puntland controla a parte norte de Galkayo, enquanto a porção sul do município está sob controle do Estado rival Galmudug.

O grupo al-Shabab, ligado à al-Qaida, reivindicou a responsabilidade pelo atentado. Galkayo, diferentemente de outras regiões do país nas quais al-Shabab mantém uma campanha de guerrilha, raramente é alvo de ataques.

O grupo vem promovendo rebeliões contra o frágil governo da Somália, instituído com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU). O objetivo é estabelecer um emirado islâmico organizado segundo uma versão estrita da lei da Shariah.

Mais de 22 mil soldados estão na Somália como parte de uma força de paz multinacional da União Africana. Al-Shabab se opõe à presença de tropas estrangeiras no país. Fonte: Associated Press.