20°
Máx
14°
Min

Três pessoas são detidas nesta sexta durante operações após ataques em Bruxelas

(Foto: Estadão Conteúdo) - Três pessoas são detidas nesta sexta durante operações após ataques em Bruxelas
(Foto: Estadão Conteúdo)

Bruxelas, 25 (AE) - A polícia da Bélgica realizou operações em Bruxelas nesta sexta-feira, em uma ação que segundo o prefeito estava ligada aos ataques ocorridos em um aeroporto internacional e em uma estação de metrô da cidade na terça-feira e também à prisão em subúrbios de Paris de um homem que estaria tramando um novo ataque na França.

Três pessoas foram detidas em Bruxelas, sendo que duas delas levaram tiros na perna, informou a promotoria federal belga. A operação começou na noite de quinta-feira e ocorreu nos bairros de Schaerbeek, Forest e Saint-Gilles.

A imprensa estatal belga disse que uma pessoa levava uma mala com material explosivo. A área permanecia isolada, mesmo após agentes fortemente armados deixarem a área, segundo um morador.

Seis pessoas foram detidas na quinta-feira na Bélgica, durante as investigações dos ataques da terça-feira. Desse grupo, três pessoas foram liberadas, segundo promotores.

Autoridades anunciaram que havia cidadãos de Estados Unidos, Reino Unido, China, França e Holanda entre os mortos nos ataques em Bruxelas.

Na quinta-feira, a polícia francesa prendeu um homem que estaria em estágio avançado para tramar um ataque. O suspeito, Reda Kriket, de 34 anos, já teve uma condenação por terrorismo na Bélgica e seria ligado a um suspeito pelos ataques de novembro em Paris, Abdelhamid Abaaoud. Fonte: Associated Press.