23°
Máx
12°
Min

Trump afirma que pode elevar impostos para mais ricos em seu governo

(Foto: Divulgação)  - Trump afirma que pode elevar impostos para mais ricos em seu governo
(Foto: Divulgação)

Donald Trump disse que seu ambicioso pacote de redução de impostos em todo os Estados Unidos deve servir como ponto de partida para as negociações com o Congresso, e que os impostos realmente podem subir para as famílias mais ricas, se for necessário para compensar a queda nas taxas para a classe média.

O candidato deu uma entrevista ao canal de TV ABC neste domingo. "O plano é ter impostos mais baixos para as empresas, impostos mais baixos para a classe média, impostos mais baixos para todos. E em seguida, vamos começar a negociar". Sobre as taxas de impostos para os ricos, Trump disse: "Em meu plano, eles também cairão. Mas na hora da negociação, eles vão subir", devido à pressão dos parlamentares democratas.

Questionado sobre o impacto sobre os indivíduos de alta renda, como ele mesmo, Trump declarou que tem a sensação "de que pode pagar um pouco mais. Temos que fazer alguma coisa. Quer dizer, eu não me importaria em pagar mais".

Em outra entrevista na NBC que foi ao ar neste domingo, Trump disse que sua proposta fiscal era essencialmente um ponto de partida para as negociações, e ele não espera que o Congresso vai aprová-la como está. "Não tenho ilusões. Eu não acho que vai ser o plano final", disse ele.

Trump, que se recusou a tornar públicas suas declarações de impostos, respondeu sobre o assunto quando foi pressionado para esclarecer comentários sobre a sua posição em relação à carga fiscal para os ricos, e também sobre o salário mínimo.

Democratas e republicanos têm tipicamente profundas divisões sobre estas duas questões - os republicanos em geral querem taxas mais baixas para todos os contribuintes e sem aumento do salário mínimo, enquanto os democratas defendem aumento da carga sobre pessoas com rendimentos elevados e aumento do salário mínimo. Mas as posições de Trump costumam variar entre os dois lados. Fonte: Dow Jones Newswires.