21°
Máx
17°
Min

Trump convoca mais esforços do partido para atrair comunidade negra dos EUA

(Foto: Divulgação) - Trump convoca mais esforços do partido para atrair comunidade negra
(Foto: Divulgação)

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, declarou no sábado à noite que seu partido precisa melhorar o trabalho junto a eleitores da comunidade negra do país. Diante de uma plateia predominantemente branca, Trump lembrou os laços do Comitê Nacional Republicano (GOP, na sigla em inglês) com Abraham Lincoln, primeiro presidente republicado e chefe do executivo que publicou a proclamação de libertação dos escravos.

"Quero que nosso partido seja um lar para os eleitores negros americanos mais uma vez", afirmou Trump em Fredericksburg, cidade localizada entre Richmond e Washington, na Virgínia, Estado crítico para a disputa pela Casa Branca.

Os esforços do republicano junto à comunidade negra ocorrem logo após sua campanha ter sido abalada por pesquisas de opinião recentes que mostraram queda nas intenções de voto para o candidato e levaram rapidamente a mudanças notáveis em sua estratégia de campanha. Em Fredericksburg, Trump discursou com a ajuda de um teleprompter, assim como em outros comícios durante a semana, em tom mais inclusivo e menos cáustico que o adotado até então.

Apesar disso, Trump continuou a protestar contra o impacto da imigração ilegal, afirmando que o fluxo de imigrantes no Estado da Virgínia estaria criando "enorme pressão" sobre escolas e serviços públicos. Também culpou estrangeiros que cruzam as fronteiras do país e são recebidos no Estado por estarem tomando empregos dos que já vivem no local.

"Os mais afetados pelas fronteiras abertas de nosso país são os hispânicos e negros americanos de baixa renda, que estão tendo de competir por emprego e recursos com os que estão chegando", afirmou. No início da campanha, Trump acusou o México de enviar estupradores e criminosos para a fronteira com os EUA e prometeu deportar todos os cerca de 11 milhões de pessoas que vivem ilegalmente no país.

Ontem pela manhã, Trump nomeou um grupo de políticos e líderes religiosos hispânicos como assessores de sua campanha eleitoral, segundo anúncio do GOP. O grupo, chamado Conselho Assessor Nacional Hispânico para Trump, aconselhará o candidato e dará a conhecer "as propostas de Trump para a comunidade hispânica". Fonte: Associated Press.