22°
Máx
14°
Min

Turquia: 104 militantes do Estado Islâmico morrem em ataques

Ataques aéreos liderados pela coalizão norte-americana e a artilharia turca mataram 104 militantes do grupo extremista Estado Islâmico na Síria, disseram autoridades militares da Turquia neste sábado.

A agência estatal Anadolu informou, citando autoridades militares, que os ataques foram realizados nesta sexta-feira, horas depois de foguetes disparados a partir da Síria atingirem o sul da cidade turca de Kilis, ferindo cinco pessoas. De acordo com os militares, os ataques aéreos e a ação da artilharia também destruíram sete edifícios utilizados como sede do Estado Islâmico.

As informações não puderam ser checadas de forma independente e a Turquia não explicou como contou o número de vítimas na Síria.

Neste sábado, militares turcos também retaliaram o lançamento de dois foguetes que caíram em um campo perto da cidade de Oguzeli, na província fronteiriça Gaziantep, relatou a agência Anadolu. A agência de notícias privada Dogan, por sua vez, informou que um dos foguetes caiu em um jardim perto do Aeroporto de Gaziantep, mas não causou qualquer dano.

Combates transfronteiriços a partir da Síria tiraram 21 vidas e feriram dezenas de pessoas em Kilis este ano. Autoridades turcas culpam os ataques do Estado Islâmico, que tem presença no norte da Síria. A Turquia normalmente responde aos ataques bombardeando posições do grupo extremista.

Fonte: Associated Press