21°
Máx
17°
Min

Turquia ataca posições do Estado Islâmico após atentado em casamento

(Foto: Divulgação) - Turquia ataca posições do Estado Islâmico após atentado em casamento
(Foto: Divulgação)

Forças de segurança da Turquia dispararam no território mantido pelo Estado Islâmico ao longo da fronteira com a Síria nesta terça-feira, em uma campanha de retaliação após um atentado no fim de semana em um casamento que matou 54 pessoas. Ao mesmo tempo, o conselho militar supremo, comandado pelo primeiro-ministro Binali Yildirim, se reuniu na capital do país, Ancara, enquanto autoridades debatiam como reforçar o combate ao terrorismo .

Autoridades da Turquia atribuíram ao Estado Islâmico o ataque em Gaziantep, maior cidade do sudeste turco, de maioria curda. Não houve, porém, uma reivindicação da autoria do ataque pelo grupo. Investigadores turcos trabalham para identificar os autores da ação e apuram se uma criança com idade entre 12 e 14 anos teve um papel no atentado, que ocorreu às 23h (hora local) do sábado.

O atentado foi o mais mortífero dos vários ocorridos na Turquia neste ano. A grande maioria dos mortos - 29 - era de crianças, além de 13 mulheres. Mais de 60 feridos seguiam hospitalizados.

A partir da noite de segunda-feira, unidades de artilharia turca dispararam em posições do Estado Islâmico em Jarablus, cidade síria fronteiriça perto de Gaziantep, com aproximadamente 1 milhão de habitantes.

Na manhã desta terça-feira, a Turquia disparou pelo menos 40 salvas de artilharia, segundo a imprensa turca. Ao mesmo tempo, as agências de segurança do país têm imposto uma proibição de que a mídia acompanhe a investigação.

Yildirim disse na noite de segunda-feira que investigadores apuram se, como dito por testemunhas, uma criança foi responsável por levar os explosivos à cerimônia. O premiê afirmou que a identidade do autor do ataque ainda não foi determinada. Fonte: Dow Jones Newswires.