22°
Máx
17°
Min

Turquia caça possíveis participantes de tentativa de golpe no exterior

O governo da Turquia está atrás de diversas autoridades do exército e da equipe diplomática que fugiram após o fracasso da tentativa de golpe no país e que devem estar em busca de asilo político, aumentando os problemas políticos para a Turquia e seus aliados.

Dois militares turcos foram para a Grécia e suas famílias desapareceram logo antes de um pedido da Turquia para que Atenas revogasse seus passaportes diplomáticos, de acordo com uma fonte.

O ministro de Relações Exteriores, Mevlut Cavusoglu disse que os turcos entraram em um barco para a Itália, mas sua localização atual é desconhecida.

Além disso um militar turco com posto no comando aliado de Norfolk da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), pediu asilo nos Estados Unidos. O militar Mustafa Zeki Ugurlu também está desaparecido da base da OTAN desde 22 de julho, uma semana após a tentativa de golpe.

Enquanto isso, dois funcionários públicos turcos em Bangladesh fugiram para Nova York e outro em Kazan, na Rússia, fugiu para o Japão após a tentativa de golpe. As autoridades da Turquia estão em contato com as autoridades do país no exterior para assegurar o retorno dos funcionários, disse Cavusoglu.

As autoridades dos EUA não quiseram comentar o caso e as autoridades japonesas não responderam a reportagem. Fonte: Dow Jones Newswires.